Quer abrir um e-commerce? Saiba como começar

Hoje em dia, as barreiras de entrada no e-commerce são pouquíssimas. Aliás, já existem ferramentas e plataformas para facilitar a administração das lojas virtuais. Elas exigem muito pouco (ou às vezes até nenhum) conhecimento técnico. Isso sem contar que empreender no virtual é muito mais simples que abrir uma loja física, que envolve mais riscos, burocracias e investimentos.

Para provar isso, 36° edição do Webshoppers, mostrou que no ano passado o volume de pedidos online cresceu 3,9% em comparação aos anos anteriores. Indicando que ao contrário da crise que provocou uma recessão na economia brasileira nos anos citados, no ramo eletrônico, as coisas estão indo muito bem.

Outro número que mostra como as pessoas estão criando mais confiança em comprar online e estão migrando das lojas físicas para as virtuais, é com relação ao aumento de clientes. Em relação a 2016, o volume de clientes cresceu 10,3%, se mantendo expressivo.

Diante de tantos números positivos, não é à toa que cada vez mais pessoas estejam pensando em empreender e vender na internet. A possibilidade de manter um emprego de carteira assinada e ainda ter uma segunda renda, ajuda a internet a ser uma das opções mais viáveis para quem quer começar a empreender com segurança em seu próprio negócio.

Um dos motivos para não ter sucesso

Com um começo tão leve e descomplicado, é mais que compreensível que tantas lojas abram na internet. Não concorda? O problema é que muitas delas fecham logo nos primeiros meses. Isso também é natural, já que muitos empreendedores não estão preparados para um cenário tão competitivo e um consumidor tão exigente como acontece no comércio eletrônico.

O que precisamos tirar de lição disso é que uma loja virtual não é simplesmente um site na internet.

Criar a estrutura necessária para o sucesso do negócio é importante. Saber o que se quer vender e como vender é uma das partes mais importantes da estruturação do negócio. Assim como entender para quem vender e como atingir esse público.

Se o lojista quer alcançar o sucesso, precisa tratar seu e-commerce como o que ele efetivamente é: um negócio que demanda dedicação, organização e estrutura para realizar suas operações e gerar lucratividade.

O segredo está, então, em profissionalizar as atividades. Essa atitude mostra que o empreendedor vê a loja como uma verdadeira empresa e não um passatempo ou um trabalho informal.

Para isso, tudo começa com um planejamento, que define os objetivos e as metas do negócio, bem como as estratégias para alcançá-los.

Estruture seu e-commerce e tenha sucesso

Para embasar as decisões do planejamento, é essencial realizar uma boa análise do mercado, dos produtos, do público e também dos concorrentes.

Sem contar que a profissionalização ainda passa pela organização financeira. Isso para saber o que entra e o que sai de dinheiro, quanto você quer ganhar com a loja e quanto pode cobrar pelos produtos.

Depois, pesquise sobre as ferramentas disponíveis, como plataformas de e-commerce e de cadastro de clientes (CRM), e-mail marketing, pagamento e análise de dados, entre outras inúmeras possibilidades.

Assim como sua equipe, o empreendedor online precisa conhecer a internet e as tecnologias que podem facilitar sua vida para fazer o melhor proveito possível delas.

Não tem como fugir: promover a profissionalização do e-commerce é uma forma de se destacar, trazendo para sua loja uma enorme vantagem competitiva. Assim, diante de tantas iniciativas que entram no mercado sem sequer saber onde estão ou para onde querem ir, seu negócio sairá na frente.

IT4 Solution